IT Forum 365
CIOs e CDOs devem liderar transformação digital em empresas

CIOs e CDOs devem liderar transformação digital em empresas

A transformação digital está em andamento e afeta diversos setores do mercado. São novos conceitos, processos e tarefas que podem ditar o crescimento de uma corporação frente à concorrência. Transformar esse desafio em oportunidade é papel dos CIOs e dos CDOs (Chief Data Officer), de acordo com o Gartner, que estima que 25% das grandes empresas terão um CDO até 2017.

A consultoria calcula que o mau uso ou a má coleta dos dados pode custar, em média, US$ 13,5 milhões por ano às empresas. O maior entrave é a falta de uma organização consistente: a mesma informação é tratada de forma diversa por diferentes setores, causando uma enorme perda de eficiência.

Já alguns gigantes da tecnologia mostram cases de sucesso no uso do big data. Google, Facebook e Amazon, por exemplo, monitoram, cada uma à sua maneira, o comportamento de seus usuários para aumentar o faturamento. São empresas que sabem filtrar diariamente bilhões de bites em dados relevantes de seus clientes, utilizando as informações de forma a atrair mais anunciantes e aumentar o número de vendas.

Em toda empresa, dados como perfis de consumidores e histórico de compras podem ser úteis de muitas formas, para diversos departamentos corporativos, de P&D a marketing, passando por vendas e RH. Ao mesmo tempo, introduzem perguntas operacionais (como extrair e que dados priorizar?) e de compliance (como protejo e normatizo o uso dessas informações?). É a visão executiva que pode trazer respostas eficientes a esses questionamentos.

Um fator a se considerar nas grandes corporações é a divisão clara de atribuições entre o CIO e o CDO, de modo a evitar atritos. Para Debra Logan, do Gartner, ambos “devem ter funções distintas e separadas na era digital, e eles vão precisar de diferentes habilidades e capacidades”.

De acordo a consultoria, o CIO moderno tende a ficar sobrecarregado com a adaptação dos processos corporativos frente à inovação digital. O CDO conseguiria complementar as demandas da organização, focando na gestão das informações em si.

Apesar disso, menos de 10 pessoas exerciam oficialmente o cargo de CDO no Brasil em 2013, segundo levantamento da revista Exame. As empresas que querem participar da revolução digital devem, então, reverter esse cenário, dedicando seus esforços e investimentos na alocação de profissionais capazes de exercer o cargo.

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.