IT Forum 365
O esporte e o mundo corporativo

O esporte e o mundo corporativo, na visão de Lisias Lauretti

Quando encerra seu expediente diário como CIO da Serasa Experian, Lisias Lauretti segue para outra rotina, que demanda praticamente a mesma dedicação do trabalho: jogar tênis, esporte que pratica desde seus 13 anos. Aliás, as atividades físicas são algo tão presente em sua vida quanto a tecnologia. Lauretti mescla o tênis, seu preferido, com bicicleta (chegando aos 40 quilômetros em treinos), caminhadas ou corridas e golfe, além de windsurf e vela aos fins de semana. “O esporte é parte da minha vida. Na Olimpíada de Barcelona, em 1992, cheguei a ser vice nas eliminatórias de vela e iatismo”, lembra.  

Segundo Lauretti, até passou por sua cabeça ser atleta profissional, mas a paixão por transformação e inovação o fez escolher a TI. Formou-se, então, em engenharia mecânica e fez especializações em tecnologia e gestão no Brasil, Estados Unidos e França. “Liderar mudanças e inspirar as pessoas me motiva muito”, explica. Mas o esporte não ficou apenas para as horas vagas. Há grande ligação com sua maneira de lidar com seus colaboradores, uma equipe de 450 pessoas no Brasil e 80 na Colômbia.“O esporte ensina estratégia, trabalho em equipe, colaboração e responsabilidade – competências essenciais no ambiente corporativo”, diz. 

“Sempre que posso dou exemplos práticos ao meu time, como: uma seleção precisa de um técnico para seguir, assim como uma equipe precisa de um bom líder; não se vence uma competição sem a preparação prévia, assim como não se cresce na carreira sem treinamento e respeito ao próximo, ou não se atinge resultados sem metas”, ressalta.

Isso sem falar na questão física. Para Lauretti, o esporte ajuda a descarregar energias e melhorar o rendimento mental. “Muitos de meus colegas de trabalho já começaram a praticar algum exercício por minha influência”, diz. “É gratificante inspirar as pessoas”. A seguir, ele mostra os principais ensinamentos de cada esporte que pratica:

Tênis
No tênis é preciso ter respostas rápidas – tudo pode mudar em 20 ou 30 segundos, dependendo da jogado do adversário. Isso ensina a ter agilidade e a saber administrar crises e problemas.

Vela
Na vela, o vento é a única força de deslocamento. Isso exige muita estratégia e planejamento, pontos essenciais para defender um projeto, por exemplo.

Golfe
Aqui se joga contra o campo. É necessário ser muito preciso e autoconfiante. Muitas vezes, no trabalho, é preciso lutar contra si mesmo.

Bicicleta
Andar de bicicleta exige equilibro, resistência e paciência, já que muitas vezes os percursos podem ser longos e em terrenos íngremes. No mundo corporativo, é essencial ter calma e saber lidar com imprevistos. 

Windsurf
Esse esporte é emoção pura e, para vencer, é importante conseguir controlar os sentimento  – o que vale no trabalho, nas relações com os colegas e parceiros.

Saiba mais:
Precisa desenvolver habilidades para ser um CIO mais estratégico? O coaching te ajuda
Regina Pistelli, CIO do Grupo ABC: “não acredito em antagonistas”
Nem só de tecnologia vive um CIO

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.