IT Forum 365
Cloud computing concept , business man hand palm holding all kinds of icon about cloud computing with blue sky background

Cloud híbrida: como evitar que ela dê errado

Para que o modelo funcione, é preciso contar com uma infraestrutura de gerenciamento centralizada que permita que a equipe de TI administre todo o acesso e segurança

Se a sua empresa é como a maioria, provavelmente conta com uma mistura de servidores internos, com cloud privada e pública – uma infraestrutura híbrida que pode ser um pouco bagunçada. Esse tipo de modelo funciona, mas não é o melhor em termos de acesso e eficiência se não houver o gerenciamento adequado. Quando a direção da empresa apontar, por exemplo, a necessidade de salvar mais serviços confidenciais na nuvem, a TI vai perceber o quão trabalhoso será. Mas esse processo não precisa ser um pesadelo. Com uma nuvem bem gerenciada, mover mais dados e aplicativos pode ser muito mais fácil.

Planejamento adequado
A maioria das companhias possui dados e aplicativos que funcionam melhor em uma cloud pública e outros que precisam da segurança de um ambiente privado – mas pode acontecer de não estarem implantados dessa forma. O recomendado é começar avaliando os sistemas internos e de nuvem. O que está funcionando? Qual deles precisa de um nível diferente de segurança ou certificado do que o disponível atualmente? Quais deles estão na nuvem sem o conhecimento ou o envolvimento da equipe de TI? De acordo com pesquisa feita pela Computer Business Review, 62% dos CIOs relatam que operações de TI acontecem sem o conhecimento da área.

Tudo misturado
Como reflexo das diversas necessidades dos funcionários – e dos níveis de segurança necessários para diferentes tipos de informações e processos -, uma infraestrutura de cloud híbrida é a melhor opção. O ponto chave é a criação de um modelo de gerenciamento centralizado que permita que a equipe de TI gerencie todo o acesso e segurança. Dessa forma, as inserções em nuvem não autorizadas pela TI acabam ajudando a manter o controle dos ativos. Além disso, permite ao CIO criar relatórios para o planejamento eficaz do futuro da empresa e gerenciamento em tempo real.

Ajuda externa
Segundo pesquisa da RightScale, consultoria de TI de Santa Bárbara, na Califórnia, a falta de talentos e a experiência são as principais preocupações dos CIOs quando o assunto é cloud computing. Dessa forma, é importante procurar uma empresa parceira para apoiar nos processos de gerenciamento da centralização de nuvem. Isso assegurará que a equipe que vai planejar a transição, migração e gerenciamento de nuvens híbridas seja experiente – além de garantir que seu próprio time não fique sobrecarregado com outras tarefas enquanto desempenha sua atividade diária.

A infraestrutura de nuvem híbrida é o caminho do gerenciamento de TI e, agora, é o momento certo de construir as bases para uma implementação ágil que minimize os custos e as dores de cabeça da área de suporte.

Saiba mais
Transformação digital: áreas de negócios comandarão 70% da compra de TI até 2020
Wickbold reinventa TI com cloud; área passa de técnica para estratégica
Cloud híbrida: equilíbrio de pública e privada para melhor resultado

Imagem: Depositphotos

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.