IT Forum 365
Technology in the hands of businessmen

Colaboração: aspectos cruciais para escolher a plataforma ideal

Optar por ferramentas que gerem valor ao negócio, com aumento de receita, lucro e economia de custos, são alguns deles; oferecer treinamentos aos usuários é essencial

Por Chris Nerney*

A tecnologia trouxe uma nova geração de ferramentas colaborativas para o local de trabalho, que permite aos funcionários realizar brainstorm, coordenar atividades e desenvolver produtos e projetos em equipe. Mas, com tantas opções, o que os líderes devem levar em consideração para escolher as que serão mais eficazes à companhia?

É um dilema, como falaria qualquer funcionário que, ao longo dos últimos anos, já teve de enfrentar um processo de aprendizagem de uma plataforma (para depois abandoná-lo). Escolher uma ferramenta de colaboração inadequada ou ineficaz desperdiça não apenas o dinheiro da empresa, mas também o tempo, já que os colaboradores serão forçados a reaprender como criar projetos, salvá-los nas pastas corretas, se comunicar por meio da tecnologia com chefes e equipes etc. E na rápida economia digital desperdiçar tempo é fatal.

Assim, vale a pena fazer a opção certa na primeira vez.

Dennis McCafferty, colaborador da CIO Insight, portal americano de TI, oferece alguns conselhos para os CIOs sobre como escolher a plataforma colaborativa ideal.

Primeiro, diz ele, é importante escolher uma que não seja excessivamente restritiva. “É preciso lembrar que os terceiros, parceiros e outras partes externas vão precisar colaborar com as suas equipes; então procure ferramentas que não os excluam”, explica McCafferty. Além disso, é fundamental que as empresas escolham ferramentas colaborativas que gerem valor ao negócio. “As soluções devem vir com um histórico comprovado de aumento de receita, lucro, market share, eficiência operacional e economia de custos”, afirma.

Ao escolher uma plataforma colaborativa aberta que demonstre retorno positivo sobre o investimento, McCafferty afirma, “você ganhará, de forma mais fácil, o apoio da diretoria da empresa, aumentando a probabilidade de um maior investimento”.

Lembre-se, no entanto, que nem mesmo a melhor plataforma conseguirá entregar o Retorno Sobre Investimento (ROI) esperado se não for utilizada pelos funcionários, o que torna obrigatório o fornecimento de treinamentos eficaz e contínuos aos usuários.

* Chris Nerney é escritor de tecnologia, especialista nas áreas de mobilidade digital, Big Data e Analytics , android, data centers e cloud computing.

Saiba mais:
CDO x CIO: quem vai liderar a transformação digital?
Recursos Humanos: como a tecnologia revoluciona os feedbacks

 

Imagem: Depositphotos

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.