IT Forum 365
Investimentos: as áreas-chave para a transformação digital

Investimentos: as áreas-chave para a transformação digital

Com a pressão da transformação digital nas empresas, muitos líderes adotam diversas tecnologias ao mesmo tempo e atrapalham o negócio, em vez de ajudar. Diante da limitação dos recursos e do tempo, fazer demais, muitas vezes, conduz à má execução e cria problemas muito maiores a longo prazo.

Baixe o whitepaper 10 áreas-chave para extrair o melhor do Operations Analytics e saiba como se beneficiar da tecnologia.

Então, qual é a melhor abordagem? Segundo René Aerdts, chefe de tecnologia da Hewlett Packard Enterprise, responsável pela conta da Procter & Gamble, os líderes devem começar com pequenos esforços na transformação da TI. O recomendado é identificar os problemas mais urgentes e, assim, focar nos requisitos específicos e necessários para abordá-los, mas mantendo a percepção de toda a empresa e tendo em mente o objetivo estratégico e a visão de futuro.

“É imperativo se concentrar no que, realmente, está indo mal na organização”, diz Aerdts. “Quais são os pontos mais problemáticos? Se há perda de receitas, ineficiências, lacunas de segurança, há mais vontade em aceitar mudanças”, completa. 

  • Como descobrir e resolver problemas mais urgentes

Para descobrir as áreas que mais precisam de transformação, a recomendação é focar em duas abordagens:

1. Vantagens competitivas: se há uma vantagem competitiva que se pode desenvolver por meio da transformação de TI (ou um de seus concorrentes pode explorar, se você não fizer a transformação), fica mais fácil engajar toda a organização em torno da ideia de mudança.

2. Empreendimentos: seja o conceito DevOps, seja o desenvolvimento do cloud computing, da mobilidade, ou de outra tendência, examinar essas áreas de inovação mostrará as oportunidades de melhorar alguns aspectos das operações.

Mas, independentemente da área escolhida, há um aspecto que não pode ser deixado de lado: a experiência do usuário. “Não importa o que se almeja alcançar com a transformação de TI – seja ela interna ou voltada para o cliente – é essencial levar em consideração, sempre, a experiência do usuário”, diz Aerdts. “Se há uma área na organização na qual essa experiência é ruim por conta da infraestrutura herdada ou da tecnologia ultrapassada, os líderes de TI devem começar por ela, sem dúvida alguma”, completa. 

  • Onde investir para obter visibilidade e integração

Embora as questões de negócios sejam organizacionalmente dependentes, Sukhi Gill, membro da diretoria técnica-EMEA, da HPE, explica que o mais fácil é identificar a tecnologia que tem a melhor chance de entregar um Retorno Sobre o Investimento (ROI) significativo, tanto no curto, quanto no longo prazos. Segundo Gill, as apostas mais seguras incluem:

1. Infraestrutura de TI empresarial: principalmente a TI Bimodal, pois oferece a confiabilidade e a segurança da TI tradicional, ao mesmo tempo que aprimora a velocidade e a agilidade no futuro.

2. Inovação na gestão de riscos: os riscos que a empresa corre não estão desaparecendo. Atenuá-lo antes de empreender outros projetos de transformação é essencial para o desenvolvimento de uma estratégia integrada.

“Para ter sucesso no futuro, a companhia deve investir em sistemas e processos que são altamente adaptáveis e de maneira que permitam à organização satisfazer constantemente a evolução das necessidades”, explica Gill.

Ao escolher as questões estratégicas de negócios e a tecnologia inteligente para dar início à transformação, as empresas podem construir uma base para o sucesso.

Saiba mais:
Atendimento: 3 políticas que podem arruinar a experiência do cliente
Big Data em 2016: 5 avanços do analytics aos negócios
Futuro: 4 tecnologias que vão transformar o varejo

Imagem: Pixabay

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.