IT Forum 365
Marketing segmentation, customers care, customer relationship management (CRM) and team building concepts.

Na contramão do mercado, 50% dos CIOs pretendem ampliar a equipe

Com a transformação digital, cresce a busca por profissionais qualificados; segurança da informação e big data estão entre as áreas com maior procura

Em meio a um cenário econômico instável, com poucas contrações e alta taxa de desemprego, o mercado de TI segue uma rota distinta com a expansão de equipes. É o que aponta pesquisa da Robert Half, consultoria de recrutamento especializado. De acordo com o estudo, feito com mais de 100 CIOs, 50% deles pretendem expandir suas equipes de TI ou se concentrar em preencher vagas este ano. Entre os motivos estão: novos projetos (66%), expansão de produtos ou serviços (60% ) e crescimento do negócio (40%), aspectos referentes à necessidade das companhias buscarem soluções tecnológicas eficientes para se manterem competitivas. “As empresas precisam inovar. A  transformação digital atinge o mercado em geral e é essencial se adaptar”, aponta Fábio Saad, gerente sênior da consultoria. Veja, a seguir, as áreas com maior demanda e os profissionais mais requisitados:

  • Áreas

Cibersegurança
Com a mesma velocidade que surgem tecnologias para tornar as empresas mais ágeis e competitivas, crescem as ameaças à segurança da informação. Dessa forma, as empresas passam a se preocupar mais em proteger dados e informações antes de se tornarem vítimas. “Antigamente pensava-se que segurança da informação era apenas antivírus. Hoje, se tornou uma cultura, que envolve desde a proteção de informações dos usuários da companhia, até testes externos contra invasão de hackers”, explica Saad.

Business intelligence e big data
Cresce a busca por profissionais capazes de tratar o grande volume de informações adquirido pela empresa – como dados de compra, usuários, comportamento e marketing – e transformá-lo em ações estratégicas. Trata-se da inteligência por trás dos números, que inclui desenvolver soluções para capturar, processar, analisar e interpretar dados para o sucesso da organização.

DevOps
Os profissionais especializados em DevOps continuarão desempenhando um papel importante nas contratações, já que as empresas continuam precisando de boas interfaces entre o departamento de tecnologia e os executivos das áreas de negócio para garantir que os projetos de TI atendam às necessidades e objetivos estratégicos. O foco é colocar a engenharia em prol do negócio, com todas as suas práticas, ferramentas e cultura, para aumentar a frequência de deployment, reduzir o lead time, a taxa de falhas durante as mudanças e o tempo médio de reparo em caso de erros.

  • Profissionais

Desenvolvimento
Contratar bons desenvolvedores minimiza os custos da empresa e contribui para que a equipe compreenda melhor os problemas de negócios e como resolvê-los. “O crescimento será principalmente para mobile. Com uma série de startups surgindo, a contração de profissionais dessa área aumenta”, afirma Saad.

Machine learning e inteligência artificial (IA)
Para os próximos anos, a perspectiva é o aumento da busca por profissionais especializados na construção de sistemas de IA e aprendizagem de máquina, além da criação de algoritmos. Em vez de um programador escrevendo cenários “if / then / else”, algoritmos e sistemas de IA serão usados para tomar decisões em tempo real.

Engenheiros de nuvem
Com a evolução do cloud computing e as mudanças em direção a uma infraestrutura de nuvem pública e à adoção de nuvens híbridas, a demanda por profissionais qualificados na configuração, integração e segurança dessa solução aumenta. Os especialistas em infraestrutura dão lugar aos engenheiros e desenvolvedores de soluções híbridas.

Profissionais de UI/UX
Com a mudança de perfil dos consumidores, que esperam experiências rápidas e completas ao usar softwares empresariais, portais de compras ou jogos, cresce a busca por especialistas em experiência do usuário e designers de interfaces (UX / UI).

Profissionais de rede
Os profissionais de administração e engenheiros de rede são considerados fundamentais para o crescimento e desenvolvimento das empresas digitais. Depois da demanda estabilizada em 2016, a busca volta a crescer neste ano.

Para ser um bom recrutador e engajar a equipe, é importante avaliar, além da parte técnica, o perfil comportamental que a empresa precisa. Para trabalhar com negócios, por exemplo, o profissional deve ser comunicativo e conectado às inovações. Já para infraestrutura, é importante que seja, acima de tudo, responsável e comprometido, já que o funcionário vai precisar estar sempre alerta a tudo o que acontece.

Para engajar e garantir bons resultados, é importante identificar as características da equipe. “Em companhias mais novas, com colaboradores jovens, uma boa estratégia pode ser um formato de estrutura de squad, ou seja, trabalhar com times multifuncionais para cada projeto. Isso gera interação entre os profissionais. Para equipes mais velhas, o relacionamento entre gestor e colaborador conta muito. Gestores que escutam opiniões diversas e que realmente se interessam em desenvolver a equipe engajam mais”, completa Saad.

Saiba mais:
Chega ao mercado a DXC Technology, com foco em transformação digital
Transformação digital: 3 pilares para o CIO se preparar

 

Imagem: Depositphotos

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.