IT Forum 365
IoT

Como fica a segurança da informação com IoT?

A tecnologia, que conecta dispositivos por meio da internet, é uma das tecnologias que mais vai impactar os negócios até 2020

Imagine uma grande rede de objetos conectados: ônibus, carros, energia, equipamentos eletrônicos, lâmpadas. Graças a Internet das Coisas (Internet of Things, ou IoT), isso já é realidade em alguns países. Em Dubai, por exemplo, a  polícia capturou, em um período de 18 meses, 2.739 pessoas localmente e internacionalmente – graças a um scanner implantado em 2009 no topo de todos os carros policiais. O sensor era capaz de “ler” placas de veículos e detectar, rapidamente, aqueles aqueles cujos donos são procurados – desde infrações de trânsito até atividades criminosas.

Segundo o estudo Tech Breakthroughs Megatrend (As megatendências de avanço da tecnologia, em tradução livre), feito pela PwC, a IoT está entre as tecnologias de mais impacto para as empresas, independentemente do porte, até 2020. A pesquisa, que analisou as 150 inovações dos últimos anos, destaca também inteligência artificial e blockchain.

Apesar de promissora, a tecnologia ainda gera dúvidas. Pensando nisso, o editorial da DXC Technology apurou quatro mitos e verdades sobre a Internet das Coisas:

IoT traz inteligência para os negócios
Verdade. Ao conectar objetos em uma mesma rede, é possível coletar, acessar e integrar dados de forma muito mais fácil. Assim, é possível analisar informações para a tomada de  decisões mais seguros e assertivas. Com isso, empresas podem aprimorar as operações, otimizar a força de trabalho e aumentar a produtividade.

IoT  já está consolidada
Mito. Para isso acontecer, a tecnologia precisa já vir acoplada aos objetos. Por exemplo: uma geladeira inteligente precisa ter os sensores instalados, reconhecer os alimentos – que também precisam ter embalagens adaptadas – e se comunicar com eles. Além disso, é preciso contar um  sistema que permita interoperar todos os dispositivos do ambiente. “Isso vai acontecer, mas ainda leva tempo, explica Cezar Taurion, sócio e head de transformação digital da Kick Ventures.

IoT pode ser usada em vários setores
Verdade. A Internet das Coisas pode ser utilizada em setores como pecuária, para monitorar o gado; saúde, para controlar a temperatura ideal do armazenamento de medicamentos; e em cidades inteligentes, detectando vazamentos de água na rua ou controlando a luminosidade de postes.

IoT é 100% segura
Mito. Por ser uma tecnologia nova e que está sendo adotada aos poucos pelas empresas, a proteção de dados não é garantida. “Hoje, nada impede um hacker de entrar no sistema de uma geladeira, depois passar para o da televisão e, finalmente, chegar ao financeiro – já que está tudo conectado. Os dispositivos ainda não estão totalmente preparados”, explica Taurion. Para o especialista, o problema certamente será resolvido em alguns anos.

Saiba mais:
Inteligência Artificial pode ser usada por todas as empresas?
3 pontos cruciais para uma transformação digital bem-sucedida
Segurança da informação: 46% dos incidentes são causados pelos funcionários

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.