IT Forum 365
Investimentos em TI crescem no setor de mineração

Investimentos em TI crescem no setor de mineração

Com crescimento expressivo, principalmente nas últimas duas décadas, o investimento em Tecnologia da Informação pelas empresas mineradoras chega atualmente à casa dos US$ 25 bilhões por ano em todo o mundo, sendo cerca de US$ 15 bilhões em serviços corporativos e infraestrutura de TI e outros US$ 10 bilhões em .

O montante comprova que, definitivamente, a TI passou a ter papel fundamental na busca por eficiência, produtividade, redução de custos e segurança operacional. Se antes o foco era a automação de tarefas e processos, hoje, a computação contribui com a modelagem, monitoramento e gestão em praticamente todas as fases do negócio. Entre os sistemas e funções que mais se beneficiam da TI estão:

• Mecanização, Atuação Automática e Robótica: o que inclui sistemas de monitoramento, controle e atuação embarcados nos equipamentos, com o objetivo de realizar as tarefas de forma total ou parcialmente autônoma;
• Sistemas de Controle e Otimização de Processos: tais como: sistemas telemétricos de controle de ventilação e bombeamento, PIMS (Process Information Management System), sistemas otimizadores de consumo de energia em plantas de processamento, sistemas especialistas para controle de processo, APC (Advanced Process Control) para automação de moagem, flotação e de outros processos físico-químicos;
• Sistemas de Gestão, Análise e Tomada de Decisão: MES (Manufacture Execution System), LIMS (Laboratory Information Management System), BI (Business Intelligence), Salas de Comando Integradoras, Sistemas preditivos e prescritivos suportados por Big Data Analytics, ferramentas de visualização remota, avatares.
• Sistemas de Modelagem e Simulação: softwares de modelamento geológico, sequenciamento e planejamento de lavra, simulação 3D e 4D de operação de lavra e simulação de processos.
• Dispositivos móveis e Wearable Technology: computação incorporada aos dispositivos comuns de uso cotidiano, como uniformes, exoesqueletos, veículos e ferramentas de trabalho – todos conectados à Internet e redes corporativas.
• Infra-Estrutura Virtualizada (Cloud Computing): arquitetura open stack, arquitetura de integração TI/Automação, sistemas integrados de segurança da informação, fornecidas no modelo as a service.

Todas estas camadas de tecnologias computacionais têm seu máximo potencial para beneficiar o negócio de mineração quando há uma arquitetura que permita sua integração. As aplicações corporativas necessitam, cada vez mais, conectar-se com sistemas da operação e as plataformas de sistemas e banco de dados vão se tornando cada vez mais convergentes, com uma nova TI que permite obter mais resultados da automação industrial.

Para tirar o melhor proveito desse Novo Estilo de TI, que une conceitos como portabilidade, convergência, mobilidade, supercomputadores, cloud computing, segurança no ciberespaço e Big Data é preciso buscar um parceiro de tecnologia que possa contribuir com um plano diretor de Tecnologia, que seja flexível para englobar evoluções futuras e que seja capaz de oferecer suporte continuado nas integrações e transformações. Desta forma, as tecnologias de informação emergentes, poderão, de fato, apoiar a gestão e o crescimento da mineração.

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.