IT Forum 365
transportation and vehicle concept - man using car control panel

Mobilidade: os novos serviços tecnológicos da indústria automobilística

Empresas como Ford e Toyota apostam em um novo modelo de negócios, desenvolvendo serviços inteligentes focados na experiência do usuário

O transporte e a tecnologia estão cada vez mais unidos, e com novos serviços de mobilidade, a indústria automobilística passa por uma transformação. Ford e Toyota anunciaram, no ano passado, a criação de organizações exclusivamente dedicadas a esse novo modelo de negócios: a Ford Smart Mobility LLC e a Toyota Connected. O que as duas têm em comum? Exploram a tecnologia para desenvolver serviços de mobilidade, com base na experiência dos usuários.

Em uma entrevista para o The Verge, o CEO da Ford, Mark Fields, afirma que a Ford Smart Mobility LLC funciona como uma nova subsidiária, flexível e capaz de competir com outras empresas de serviços de tecnologia e transporte. A marca desenvolverá serviços de mobilidade prontos para serem comercializados e investirá em novos negócios relacionados. Fields prevê que os veículos funcionarão como uma plataforma interativa e prática, assim como as “carteiras inteligentes” – que permitem ao usuário reservar um serviço, pagar antecipadamente por ele ou fazer compras no drive-thru sem precisar colocar a mão no bolso.

A Ford está contratando profissionais não inseridos na indústria automobilística – com uma visão mais próxima do consumidor – para a nova subsidiária, localizada no Vale do Silício, com a esperança de que surjam ideias focadas na experiência do usuário. O objetivo é ser uma empresa líder em conectividade, mobilidade e veículos autônomos.

A Toyota Connected tem uma abordagem semelhante.  O CEO da empresa, Zack Hicks,  fala em tornar a vida dos usuários mais fácil, com a tecnologia e mobilidade como porta de entrada. Isso inclui a criação, por exemplo, de uma rede de veículos conectados que compartilha informações de tráfego e prevê aonde o usuário está indo com base em informações e hábitos recolhidos de suas redes sociais.

Mas para que o serviço funcione, as pessoas teriam que optar por compartilhar informações pessoais, o que pode ser incômodo. Hicks afirma que a Toyota precisará explicar claramente a proposta para incentivar as pessoas a fornecerem esses dados. “Para que os usuários adotem os serviços de mobilidade, as empresas devem ser transparentes em relação aos dados recolhidos e à forma como serão utilizados. A violação da confiança poderia acabar com o entusiasmo público por esses serviços”, diz Hicks.

Serviços móveis para todos

Ambas as empresas oferecerão serviços que podem ser usados sem que seja necessário adquirir veículos de suas marcas. Os usuários poderão, por exemplo, compartilhar carros para chegar a um mesmo destino e, em seguida, alugar uma bicicleta para fazer o restante de sua viagem.

Saiba mais:

Chega ao mercado a DXC Technology, com foco em transformação digital

Imagem: Depositphotos

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.