IT Forum 365
Com a criação e disponibilização cada vez maior de dados

Com a criação e disponibilização cada vez maior de dados, desafio para 2020 é aprimorar o uso em benefício dos negócios

Quanto mais informação, melhor? Apenas se você souber o que fazer com ela. Se atualmente as companhias usam apenas uma pequena porcentagem das informações disponíveis para planejar o futuro, o desafio está plantado: à medida que tecnologias de análise avançam, é preciso entender como os negócios podem ser beneficiados por essa avalanche de dados.

Hoje, as bases informacionais das companhias trabalham funções como transações comerciais, detalhes de manutenção, operações de frete, etc. Mas desde que a tecnologia Big Data nos permitiu armazenar mais dados e analisá-los muito mais rápido, estamos vendo um crescimento do número de detalhes guardados e um aumento no tempo em que eles são mantidos. Por exemplo, hoje quando a oficina mecânica presta um serviço no carro, eles guardam o tempo do serviço e que trabalho foi feito. Eles provavelmente não registram cada detalhe da manutenção, mesmo existindo tecnologia para fazê-lo. Mas, se fizessem isso, talvez pudessem prever quando um novo carro elétrico irá precisar de reparos.

Imaginando um cenário de médio prazo, mais precisamente o ano de 2020, é preciso passar também pela interação humana: e-mails, conversas por telefone, vídeos, fotos, documentos e interações de mídia social em Twitter, Facebook e outras comunidades. Estudos de mercado apontam uma tendência de migração dos serviços prestados pelos Call-Centers das empresas para mídias sociais. Os grandes bancos brasileiros já implementaram canais de comunicação com seus clientes nas mídias sociais como Twitter e Facebook, além disso monitoram a percepção de sua marca e serviços nestes meios de comunicação.

A explosão de informações no mundo digital não para de crescer:
• 204 milhões de e-mails são enviados por minuto;
• 30 bilhões de post/mensagens compartilhados no Facebook todos os dias;
• Aproximadamente 100 horas de vídeo são carregados no YouTube a cada minuto, seriam necessários 15 anos para assistir a todos os vídeos enviados pelos usuários em um dia.

Essa informação humana representa cerca de 90% dos dados disponíveis e essa proporção está aumentando rapidamente no mundo digital. O grande desafio da interação humana é entender o seu significado, com capacidade de correlação e contextualização.
Ninguém fica apenas olhando para palavras-chave, é preciso entender o contexto, sentimento e significado, se é um e-mail com um plano para executar uma ação comercial ou um relatório policial que provavelmente está descrevendo uma criança sob risco de abuso. A capacidade de análise de áudio e vídeo também é necessária neste caso. Quando falamos de interação humana no contexto do Big Data, nós falamos não apenas em coleta e armazenamento de enormes quantidades de dados, mas também de tirar um significado humano deles.

Além disso, em 2020 terá havido um grande crescimento no número de dispositivos inteligentes conectados. Painéis de fogões, carrinhos de compras, termostatos caseiros, carros, bicicletas e refrigeradores irão executar aplicativos que conectam as informações à internet. Esses aparelhos irão gerar uma enorme quantidade de dados. Coletá-los, analisá-los e, mais do que isso, interpretá-los, nos levará a novas ideias e decisões. 

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.