IT Forum 365
Internet das Coisas ainda é novidade

Internet das Coisas ainda é novidade, mas já exige preparação da TI

Ainda há uma distância entre o conceito de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) e o que realmente já pode ser feito. Embora tenha sido realizadas experiências nesse sentido, não há carros se movendo sem motoristas nas ruas, por exemplo. Mas uma coisa, de toda forma, já é fato: a área de TI, seja qual for o negócio, precisa estar preparada para a enxurrada de dados que vão exigir escalabilidade, armazenamento e processamento, muitas vezes em tempo real.

A HP, por exemplo, tem uma das maiores redes de IoT com as impressoras sem fio, caso que ilustra bem o conceito: as impressoras são as coisas, com a inteligência e o acesso à internet permitindo uma funcionalidade de impressão remota e wireless.

Assim, fica claro que ao olhar para os dispositivos eletrônicos já existentes o primeiro passo é desenvolver uma solução IoT com conexão à internet, um software que trabalhe localmente, sensores (de movimento, gesto, pressão, reconhecimento de voz etc). E aí se cria uma nova oportunidade para se reinventar o negócio.

A partir de então, a solução de IoT irá produzir dados que, apoiados por sistemas presentes no backoffice, indicarão as ações a serem tomadas e assim produzirão os resultados esperados pelas organizações. Um exemplo presente usualmente em nosso cotidiano está no praticante de corrida, que utiliza um aplicativo que mede e rastreia o exercício registrando seu desempenho em aplicativos presentes no smartphone.

Nesse caso, o aparelho celular tem uma relação “viva” com o usuário. Mas, cabe o exercício de extrapolação, e se os sapatos também estivessem “vivos”, gerando informações sobre a forma com que o corredor pisa no chão, o desgaste da sola contribuindo com sugestões sobre formas de correr melhor? E se o fabricante puder personalizar o melhor sapato, especificamente para um determinado corredor? Aí está o desafio. Os sensores já existem, mas ainda não foram usados dessa forma.

Diante desse cenário promissor e cheio de inovações a serem implementadas dentro do conceito de Internet das Coisas, a importância da TI está na capacidade de processar e analisar esses dados, facilitando a conexão de novas coisas aos sistemas e integrando as aplicações tradicionais às soluções de IoT. 

Acesse o canal de vídeos e conheça o portfólio da HP http://hp.itforum365.com.br/videos
Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2016 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.